Plantas de Casas Estilo Japonês

As plantas de casas no estilo japonês não são tão convencionais aqui no Brasil e, talvez por causa disso, atraia muitos olhares e confusões.

Muitos acreditam que para ser considerada uma planta japonesa, é necessário que o espaço disponível seja pequeno e funcional, com muita madeira e espaço livre no centro da casa, não nas laterais.

Por outro lado, outros já dizem que casas nesse estilo não precisam ser só compactas, mas, também trazerem um pouco de material e cultura do lugar de origem.

Mas, ainda assim, também não é incomum que a ideia de que corredores longos e portas corrediças entrem em uso na construção.

Com todas essas informações de uma vez, dá pra construir um padrão que lembre um ambiente japonês?

A resposta é não!

Por isso, hoje nós vamos destrinchar um pouquinho sobre o que é o estilo japonês antes de fazer considerações e dar exemplos.

Nesse post, esperamos que você entenda o que significa pedir por um estilo japonês e como fazer as alterações necessárias para chegar nele.

O que é o tal Estilo Japonês?

casa Estilo Japones
Plantas de Casas Estilo Japonês (Foto: Reprodução Pixabay)

Como entramos no mérito mais cedo, existem muitas “ideias misturadas” sobre o que é ser japonês em primeiro lugar.

Algumas dessas ideias se baseiam na cultura e tradição japonesa que pede por casas tradicionais espaçosas, com grande uso de madeira e quintal interno, no centro da casa cercado por longos corredores.

Já outras se baseiam em ambientes mais modernos e ousados que tentam agrupar o máximo de pessoas possível em grandes regiões por preços absurdos.

E, claro, outros ainda podem usar de base a criatividade dos japoneses para aproveitar melhor cada espaço e entende-la como regra.

Mas, qual é a verdade dentre essas três opções? Todas elas.

O que vai fazer o seu projeto ter um “estilo japonês” ou não é como você escolhe lidar com ele e orçamento que você disponibiliza para ele.

Voltando um pouco no tempo, só tinham aquelas famosas “casas tradicionais e espaçosas” no Japão quem tinha dinheiro. Sem exceção.

Essa realidade não mudou até hoje e, até mesmo em cidades grandes é difícil encontrar um espaço amplo como é comum aqui no Brasil.

Por isso, o “estilo japonês” teve que acabar se adequando às reduções do espaço da modernidade e e se resumindo em alguns pontos importantes:

  • A decoração ou construção geralmente faz uso de algum material japonês ou características arquitetônicas do lugar;
  • Corredores são bastante comuns;
  • Áreas livres podem ser postas no centro da casa, imitando as tradicionais, ou frente a ela, como uma espécie de quintal ou varanda; e
  • Obrigatoriamente, todo espaço da casa deve ser aproveitado;

Posto isso em pauta, chega a vez da decoração.

Minha decoração importa?

Evidentemente que sim!

É aqui que entram pontos estratégicos de localização ou não de escadas, porões, galpões ou o que quer que deseje adicionar à sua obra.

Também é nessa parte que se discutem portas, janelas, nichos e todo o tipo de aparato adicional para promover melhor uso de todo o ambiente.

A casa no estilo japonês não é feita somente de alvenaria, mas, com a ajuda de toda uma riqueza de detalhes finos.

Tudo em mãos? Vamos dar uma olhada em algumas plantas incríveis.

Plantas de Casas no Estilo Japonês: como adaptar?

Apesar de não ter sido comentado tanto até aqui, um dos pontos chaves do estilo japonês é a exibição da natureza.

Por isso muitas casas colocam um quintal enorme ou o englobam para o meio da residência, a fim de criar um espaço privativo, como mostrado abaixo.

jardim Estilo Japones
Plantas de Casas Estilo Japonês (Foto: Reprodução Pixabay)

O que acontece é que, muitas vezes, esse detalhe se passa como “feng shui” ou decoração e não como aspecto natural desse tipo de obra.

Mas, o que você pode fazer pra deixar sua planta mais “japonesa” é aderir a algumas características chaves desse tipo de construção como:

  • Tatamis para o revestimento do piso;
  • Adicionar um hall espaçoso com genkan (uma espécie de armário para guardar os sapatos na entrada);
  • Colocar painéis ou portas de correr estruturados em madeira ou papéis (também conhecidos, respectivamente, por shoji e fusuma);
  • Criar espaços focados em wagoya (carpintaria japonesa sem pregos);
  • Criar corredores externos do lado de fora da casa como uma espécie de varanda (engawa); ou, ainda,
  • Instalar ofurôs ao invés de banheiras convencionais, se essa for a necessidade.

Por fim, a exemplo vamos deixar três opções bacanas pra quem pensa em transformar um espaço grande ou pequeno em uma casa no estilo japonês.

planta de casa Estilo Japones
Plantas de Casas Estilo Japonês (Foto: Reprodução Casa Japonesa Tradicional)

Esse primeiro exemplo mostra uma casa japonesa com dois quartos suíte, um pouco modernizada.

Note que, geralmente, as plantas não saem do proposto e, geralmente, para jardins e decorações japonesas existem anotações do lado de fora.

esboco do projeto Estilo Japones
Plantas de Casas Estilo Japonês (Foto: Reprodução Casa Japonesa Tradicional)

Mas, vale lembrar que cada projeto deve sofrer adaptações de acordo com o espaço disponível e necessidade.

projeto de casa Estilo Japones
Plantas de Casas Estilo Japonês (Foto: Reprodução Apê Japonês)

Por isso, nosso foco se resumiu em bater um papo sobre o assunto, não cria-lo do zero. Esperamos ter ajudado!

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *