Drywall – O Que é e Como Aplicar

No artigo de hoje você irá aprender tudo o que precisa saber sobre Drywall, e assim, poderá escolher este revestimento para dar o acabamento perfeito em sua obra. Para isso, atente-se para todas as informações abaixo e descubra se esta é uma boa opção para você. Continue lendo.

O que é Drywall?

O termo drywall, em sua tradução literal, remete à “parede seca”. Ou seja, trata-se de um sistema de construção que é feito a seco, já que não utiliza praticamente na da de água para prepará-lo. Trata-se de um material industrializado, que já é entregue pronto para o consumidor final. Dessa maneira, é uma ótima opção para quem busca praticidade e agilidade, já que o mesmo suja menos e é mais rapidamente aplicado.

drywall

O drywall chegou ao Brasil no ano de 1970, apresentando-se como um procedimento de baixo custo e que possuía um objetivo mais funcional para a obra. Entretanto, com o passar do tempo, a facilidade e os benefícios que o mesmo propõe foram aumentando a sua fama. Como as obras passaram a acabar mais rapidamente e com menos resíduos, o material tem se tornado cada vez mais popular.

Em contrapartida, é importante lembrarmos que este tipo de sistema de construção tende a ser um pouco menos resistente que outras opções. Por isso, é muito importante avaliar o local que irá receber o material, para que o acabamento seja o melhor possível.

Quanto custa?

Quando o assunto é preço, existem muitas discussões. Há quem ache o drywall mais barato, enquanto outras pessoas afirmam que este sistema de construção pode, muitas vezes, ser mais caro que o próprio cimento. O segredo sempre estará em fazer a pesquisa de preço em mais de um local, a fim de garantir que não haverá nenhum pagamento que não seria tão necessário.

Contudo, de maneira geral, o preço médio do mercado é:

  • Parede (Estrutura de aço e placas ST) R$ 80,00/m²;
  • Forro Estruturado (Estrutura de aço e placa ST) R$ 70,00/m².

Como instalar Drywall?

A instalação deste material é super simples e não costuma apresentar grandes complicações. Entretanto, é preciso se atentar ao passo a passo, a fim de garantir um resultado satisfatório e verdadeiramente de qualidade. Abaixo você verá como é feita a aplicação na parede e no teto:

Parede

  1. primeiramente, fixe a fita de isolamento na guia. Em seguida, fixe as suas guias no chão, na parede e no teto, sempre seguindo as suas marcações.
  2. Com o auxílio de uma furadeira, fure as guias até atravessar todo o piso. Deixe um espaço de 60 cm entre um furo e outro. Fixe com buchas e parafusos.
  3. Feito isso, comece a aplicação partindo das extremidades em direção ao meio. Use parafusos (metal-metal) para encaixar todos os montantes nas guias, seguindo sempre de fora para dentro. A distância entre um montante e outro deve ser de aproximadamente 50 cm.
  4. Posicione a chapa na posição vertical. Agora você deverá parafusar  o montante iniciando de cima para baixo, sempre respeitando 1 cm da borda da chapa. Lembre-se de manter uma distância de 30 cm entre um parafuso e outro.
  5. Feita a aplicação das chapas, é hora de aplicar as placas de lã de vidro ou mineral, preenchendo entre os montantes.
  6. Agora você deverá aplicar o rejunte nas emendas das chapas. Aqui você aplicará a fita microperfirada por cima da primeira camada de massa. Depois, aplicará mais uma camada, que esconderá a fita. Assim que secar tudo, você aplicará outra demão para um acabamento mais uniforme.
  7. Finalize lixando a parede e dê o acabamento de sua preferência. Pronto!

Teto

A aplicação no teto se assemelha a na parede. Apenas você terá que utilizar escadas e deverá ter um pouco mais de paciência para alinhar e fixar todas as partes do drywall. Para te auxiliar, trouxemos um vídeo que explica exatamente tudo o que você precisa fazer:

Viu só como a aplicação pode ser simples? Com alguns passos você já poderá dar um acabamento muito bonito em sua obra. Tudo isso economizando tempo e produtos. Aposte nesta possibilidade!

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.